«A nossa ambição é trabalharmos para ganhar jogos»

«A nossa ambição é, coletivamente, trabalharmos para ganhar jogos.»

 

Nuno Campos anteviu a partida de sábado diante do SC Braga.

 

Depois de paragem para compromissos internacionais de seleções, o Santa Clara volta a campo no próximo sábado. Os Bravos Açorianos defrontam o SC Braga no Estádio Municipal de Braga, em partida respetiva à 4ª eliminatória da Taça de Portugal. Nuno Campos espera uma partida difícil diante do detentor do troféu, mas ciente da qualidade do seu grupo de trabalho: «Vamos fazer o nosso máximo. Essa será sempre a forma da nossa equipa entrar em campo. Sabemos que temos uma equipa que dá sempre tudo. É um jogo de responsabilidade nula no meu ponto de vista, uma vez que o Braga é o principal responsável a ter aspirações nesta competição, e as nossas aspirações sabemos bem quais são, e têm bem mais a ver com o campeonato.»

 

«Naturalmente que há tempo para trabalhar a equipa depois de uma paragem e isso ajuda-nos melhor a preparar algumas situações. Houve algumas contrariedades que foram havendo durante a semana e que não são situações ideais, mas há mais algum tempo de trabalho e nós temos tido esse tempo para melhorar a equipa do ponto de vista coletivo», atirou Nuno Campos à comunicação social.

 

«Quero que a equipa se foque no seu trabalho. Nós temos estados embutidos num espírito positivo de estarmos todos envolvidos para que os resultados apareçam, sobretudo no campeonato, mas agora é um jogo de Taça em que todos vamos dar o nosso máximo de forma a discutir o jogo.»

 

Ciente de que o Braga vem de uma derrota pesada no seu último jogo, Nuno Campos não acredita que esse fator irá enfraquecer os minhotos para a partida de sábado: «O Braga vem de uma série em que perde por uma vez em 11. Por números fora do comum, mas perde um jogo em 11. Vem de uma série muito positiva e não perde na Taça há 2 anos. Conheço bem aquela estrutura e a forma como tem trabalhado nos últimos anos para se tornar uma equipa mais forte e vamos, naturalmente, apanhar um adversário muito difícil. Sei que um clube destes, quando está ferido, ainda causa mais dificuldade ao oponente. Mas nós temos a nossa ambição, em qualquer jogo e contra qualquer adversário. A nossa ambição é sempre, de forma coletiva, trabalhar para conseguir ganhar os jogos. Este é o próximo, o que queremos ganhar», reiterou Nuno Campos, confiante na qualidade do grupo de trabalho do Santa Clara.

 

Naquele que será o seu 6º jogo ao serviço dos insulares, Nuno Campos refere que apenas há «momentos de trabalho» naquele que é o início do seu 2º mês de trabalho em São Miguel, trabalho, esse, que é desempenhado para tornar «o Santa Clara mais forte», para que o futuro seja «melhor que o presente».