Carlos Jr no onze do ano da Liga Portugal

Carlos Jr, avançado brasileiro do CD Santa Clara, foi eleito para o ataque do onze da época 20/21 da Liga Portugal, numa votação levada a cabo pelos capitães e treinadores das 18 equipas presentes no principal escalão do futebol português.

 

Na segunda temporada consecutiva ao serviço do CD Santa Clara, o brasileiro elevou a fasquia da época transata, pulverizando recordes individuais e coletivos. Ao todo somou 32 jogos, apontando 14 golos ao longo da temporada, marca que lhe permitiu alcançar o título de melhor marcador da história do clube. Já no que diz respeito à competição, para além de ter sido, pela segunda temporada consecutiva, o máximo goleador dos bravos açorianos, o atleta terminou como o quinto melhor marcador da prova atrás de Pote, Seferovic, Taremi e Mário Gonzalez.

 

Ao longo da temporada, o avançado acumulou a conquista de cinco prémios de ‘Homem do Jogo’, assumindo-se como o homem golo da equipa após a saída de Thiago Santana, em janeiro, para o Japão. Apesar de atuar como extremo, fruto da maleabilidade tática do mister Daniel Ramos, surgiu muitas vezes como o homem mais adiantado no terreno, em constantes trocas posicionais com o ponta de lança da equipa.

 

A velocidade estonteante, a capacidade física inesgotável e um apurado faro de golo fIzeram do canarinho um dos mais temíveis atacantes da prova. O atleta assumiu uma capacidade camaleónica na frente de ataque da equipa atuando, ora mais encostado à linha, procurando explorar a sua velocidade e capacidade no drible, ora mais ao centro, através de diagonais, procurando a profundidade nas costas das defensivas adversárias. Um autêntico ‘vagabundo’ na frente do ataque, liberto das amarras posicionais e sempre disposto a ajudar a equipa nas tarefas defensivas.