«É motivo de orgulho estar num clube com a grandeza do Santa Clara»

É para mim motivo de grande satisfação e orgulho estar nos Açores e espero corresponder à confiança que me estão a dar, proporcionando-me a oportunidade de ser treinador de um clube com a grandeza do Santa Clara.»

 

Mário Silva foi esta segunda-feira apresentado oficialmente como novo treinador do Santa Clara. O portuense de 44 anos, acompanhado do presidente da SAD do Santa Clara, Ismail Uzun, fez as primeiras declarações como Bravo Açoriano, respondendo posteriormente às questões da comunicação social na sala de imprensa do Estádio de São Miguel.

 

Referindo que é «motivo de grande satisfação e orgulho» abraçar o novo projeto da carreira no Santa Clara, o novo líder do grupo de trabalho pretende «dar continuidade» ao trabalho que tem vindo a ser desempenhado nas últimas semanas pelos restantes membros da equipa técnica, que se mantêm no clube integralmente: Tiago Sousa, Accioly, José Serrão, Rodrigo Quaresma e Miguel Cabral. O novo mister refere, ainda, que o seu objetivo primordial é auferir «estabilidade» no Santa Clara, e refere que vê «um potencial enorme» no plantel insular, algo que ficou ainda mais patente no «último jogo frente ao Sporting», no qual os açorianos venceram por 3-2.

 

Ismail Uzun, presidente do Conselho de Administração da SAD, referiu que Mário Silva foi a escolha não só da estrutura do clube, mas como da restante equipa técnica. Em declaração, o dirigente afirma que o treinador é «a escolha certa» para comandar o Santa Clara.

 

Veja abaixo, na íntegra, as primeiras palavras de Mário Silva como treinador do CD Santa Clara.