Golo tardio repõe (alguma) justiça

Golo tardio repõe (alguma) justiça

 

Cryzan, na ponta final da partida repôs alguma justiça num jogo em que o CD Santa Clara foi a equipa melhor organizada e que mais condições criou para conquistar os três pontos.

 

O CD Santa Clara conseguiu mais um ponto na luta- próxima da conclusão- pela manutenção. Apesar do ponto somado, fica um amargo de boca depois de noventa minutos em que o CD Santa Clara mostrou ser a equipa com maior vontade de conquistar os três pontos.

 

Os primeiros minutos de jogo deram para perceber ao que vinha este CD Santa Clara. A equipa conseguia criar perigo junto da baliza de Makaridze por diversas vezes e faltou pouco para materializar essa vantagem no jogo em golos. Já próximo do final da primeira metade do jogo, Carlos Jr. ganha vantagem na pequena área e é derrubado. Chamado a converter, Thiago Santana fuzilou as redes adversárias e apontou o quarto golo em apenas três jogos. Quando as equipas já se preparavam para se encaminharem para os balneários, o Vitória FC chega ao empate na partida.

 

Na segunda parte,  o CD Santa Clara entrou, novamente, bastante organizado no jogo diante de um Vitória FC que se fazia valer do seu espírito combativo e guerreiro. Numa segunda parte sem grandes oportunidades, o CD Santa Clara tentava agarrar a batuta e pautar os ritmos de jogo mas o Vitória mostrou-se sempre bastante agressivo na luta pela posse de bola.  Novamente contra a corrente do jogo, o Vitória FC voltaria a marcar. Depois do golo, a equipa não desistira do jogo e seria recompensada por isso mesmo. A quatro minutos do apito final, Cryzan repõe alguma justiça no resultado através de um remate artístico. O empate, apesar de significar a conquista de um ponto, soube a pouco depois da superioridade evidenciada durante os noventa minutos do jogo.

DESTAQUES

 

 

Santana- O brasileiro voltou a marcar e somou assim quatro golos nos últimos três jogos. Para além do golo apontado, voltou a dar muito trabalho à defensiva adversária.

 

 

Lincoln- O mago canarinho voltou a encher o campo. Foi ele quem, quase sempre, assumiu a batuta do jogo ofensivo do CD Santa Clara.

 

 

Crysan- Vini, vidi, vici. Assim foi. O brasileiro entrou para mexer com o jogo e somou o seu primeiro golo ao serviço do CD Santa Clara.