Conference League

2ª Eliminatória - 2ª Mão

2-0

39' Mikel Villanueva 13' Carlos Júnior 

Rescaldo

CD Santa Clara

Onze Inicial / Line Up

99 Marco Pereira
95 Sagna
3 Mikel Villanueva 39'
5 João Afonso
6 Mansur 45'
21 Nené 71'
25 Hidemasa Morita 45'
10 Lincoln 59'
13 Carlos Júnior 13' 72'
26 Jean
77 Rui Costa 72'

Suplentes / Substitutes

1 Ricardo Fernandes
97 Rodolfo Cardoso
2 Rafa
17 Cristian Tassano
4 Boateng
16 Paulo Henrique 45'
8 Anderson C 45'
11 Costinha 59'
98 Ricardinho
9 Bouldini 72'
23 Cryzan 72'

Treinador / Coach

Daniel Ramos

FC Shkupi

Onze Inicial / Line Up

1 Kristijan Naumovski
4 Ardit Iljazi 63'
2 Abdul Rwatubyaye 45'
34 Fati Ismaili 21'
3 Blerton Sheji 26'
6 Senghor Faustin 70'
30 Ali Adem 41' 86'
10 Freddy Alvarez
8 Kristijan Trapanovski 45'
11 Matej Cvetanoski
9 Marko Gjorgjievski 71'

Suplentes / Substitutes

12 Ardit Iljazi
99 Anid Abazi
16 Gjurkovski 63'
7 Markoski 45' 77'
18 Zuka 71'
29 Cheshmedjiev 45'
99 Abazi 86'
89 Shuku

Treinador / Coach

Goce Sedloski

Árbitro Principal / Referee

Rob Hennessy

Árbitro Assistente / Assistant Referee

Allen Lynch

Árbitro Assistente / Assistant Referee

Emmett Dynan

Quarto Árbitro / Fourth official

John Mcloughlin

Os Bravos continuam na Europa!

 

O CD Santa Clara carimbou o passaporte para a terceira pré-eliminatória da Conference League com uma vitória segura diante do FC Shkupi por 2-0. Uma primeira parte de qualidade bastou para levar de vencida a equipa da Macedónia.

 

O CD Santa Clara confirmou a superioridade evidenciada na primeira mão da segunda pré-eliminatória com uma vitória segura e sem deixar margem para dúvidas diante de um FC Shkupi sem grandes argumentos para contrariar a qualidade açoriana mas, desta feita, mais afoito no jogo.

O CD Santa Clara entrou a querer mandar na partida e a procurar resolver rápido uma eliminatória que já estava muito bem encaminhada. A equipa procurava a profundidade através de movimentos diagonais de Rui Costa e Carlos Jr, explorando os espaços concedidos por um FC Shkupi que surpreendeu na partida, atuando num esquema de três centrais. Ora, à passagem do minuto 13, eis que surge o primeiro da partida. Triangulação bem feita entre Jean, Lincoln e Carlos e estava inaugurado o marcador. Nota para a assistência milimétrica de Lincoln para o oportunismo habitual de Carlos Jr, que só teria de encostar de cabeça. O Shkupi, em resposta, procurava sair em transições ofensivas rápidas, embora sem grande perigo. Aliás, as poucas ocasiões de perigo que os macedónios obtiveram, surgiram em virtude do aproveitamos de erros dos açorianos.

 

Na resposta no jogo, novo golo. Desta feita foi Mikel a dilatar o marcador, após nova assistência de… Lincoln, claro está, depois da cobrança de um canto. A fechar a primeira parte, também na cobrança de uma bolada parada, o FC Shkupi fica bem próximo do golo mas Marco, disse presente, após ter sido obrigado a uma estirada difícil.

 

Se tínhamos visto um Santa Clara impetuoso e dominador na primeira parte, na segunda vimos um Santa Clara mais controlador e inteligente. A equipa procurou gerir os ritmos de jogo, imprimindo um ritmo baixo, procurando evitar incorrer em mais desgaste físico. Do lado do FC Shkupi, via-se uma equipa a procurar aproveitar eventuais falhas da equipa açoriana mas sem grandes efeitos práticos. Até final foram nulos os lances de perigo, de parte a parte.

 

Vitória que se ajusta ao que se passou dentro das quatro linhas. Exibição clara e inequívoca e uma mais que justa passagem à terceira fase da Conference League. Mais uma história escrita no Desporto açoriano.  Na próxima fase, o CD Santa Clara vai defrontar o Olimpija Ljublana da Eslovénia. O primeiro jogo está agendado para a próxima quinta-feira, a partir das 20h, no Estádio de São Miguel.

DESTAQUES

 

 

Lincoln- O brasileiro não sabe jogar mal. Joga e faz jogar. Foi dos pés dele que saíram as duas assistências para golo.

 

 

Jean Patric- Irreverente, pragmático e explosivo. Jean dinamitou a defensiva da equipa macedónia. Faltou o golo para coroar uma exibição mais do que convincente.

 

 

Carlos Jr- Mais um jogo, mais um golo. Assim vai a carreira do brasileiro no CD Santa Clara. Dois golos em duas partidas.

72'Entradas de Bouldini e Cryzan por Carlos e Rui Costa. O ritmo de jogo baixou consideravelmente, o Santa Clara gere a partida.
58'Costinha entra para substituir Lincoln. Grande exibição do canarinho com duas assistências para golo.
50'Primeira oportunidade de perigo no segundo tempo. Rui Costa aparece isolado na frente e atira para defesa apertada do guardião macedónio.
45'E já começou o segundo tempo. Destaque para as entradas de Anderson e Paulo Henrique, substituindo Morita e Mansur.
45'Hora de descanso. O CD Santa Clara está com pé e meio na próxima fase da Conference League mas há mais quarenta e cinco m pela frente.
44'Por intermédio de bola parada, o Shkupi soma a melhor oportunidade de jogo. Marco, novamente, disse presente.
39'E está feito o segundo. Nova assistência de Lincoln e Mikel desfere um tiro certeiro de cabeça para o segundo na partida.
31'Primeira oportunidade de perigo do Shkupi. Erro na fase de construção do Santa Clara e Marco é obrigado a defesa apertada.
22'Que Tiro de Lincoln! Livre direto do brasileiro que obriga o guardião macedónio a nova defesa apertada.
15'De bola parada o Santa Clara volta a ameaçar a baliza do Shkupi. Defesa apertada do guardião dos macedónios.
13'Está feito o primeiro! Cruzamento com conta, peso e medida de Lincoln e Carlos, de cabeça, abre o ativo.
10'Primeiro lance de perigo nos Açores. Lincoln amortece para Rui Costa que atira ligeiramente por cima.
1'Rola a bola no Estádio de São Miguel! Açores na Europa. Vamos, Bravos.
Início de jogo marcado para as 20h. O Santa Clara tem vantagem na eliminatória, depois da vitória na primeira mão por 3-0, na Macedónia