Liga BWIN

5ª Jornada

0-5

  53' 62' Darwin 42' Rodrigo Pinho 68' Yaremchuk 58' Rafa Silva

Rescaldo

CD Santa Clara

Onze Inicial

99 Marco
2 Rafael Ramos 45+3'
4 Boateng
5 João Afonso
16 Paulo Henrique
6 Mansur 47' 88'
8 Anderson (c) 84'
25 Morita
10 Lincoln 88'
23 Cryzan 59'
77 Rui Costa 59'

Suplentes

1 Ricardo
15 Chindris
19 Romão 88'
21 Nené 84'
26 Jean Patric 88'
29 Luiz Phellype 59'
30 Mohebi 59'
95 Sagna
98 Ricardinho

Treinador

Daniel Ramos

SL Benfica

Onze Inicial

99 Odysseas 28'
17 Diogo Gonçalves 72'
4 Lucas Veríssimo
5 Vertonghen (c)
91 Morato
3 Grimaldo
28 Weigl
20 João Mário 63'
7 Everton 72'
9 Darwin 53' 62' 63'
18 Rodrigo Pinho 42' 46'

Suplentes

77 Hélton
2 Gilberto
11 Meïte
15 Yaremchuk 68' 63'
21 Pizzi 72'
22 Lazaro 72'
27 Rafa Silva 58' 46'
83 Gedson 63'
97 Ferro

Treinador

Jorge Jesus

Árbitro Principal

Rui Costa

Árbitro Assistente

Nuno Manso

Árbitro Assistente

João Bessa Silva

4º Árbitro

Ricardo Baixinho

VAR

Artur Soares Dias

Não foi a nossa tarde.

 

Adversário extremamente eficaz, um Santa Clara que não conseguiu aproveitar as oportunidades de que dispôs e uma tarde em que a felicidade não ficou do lado dos Bravos – mesmo quando tudo indicava que isso acontecesse.

 

Não foi a tarde que os Bravos Açorianos mereciam. Depois de um ciclo frenético e de uma paragem para seleções, o Santa Clara tinha a oportunidade de começar o novo capítulo da Liga Portugal BWIN com um resultado positivo frente ao SL Benfica. Tal não aconteceu, num resultado que espelha o contraste entre eficácia e ineficácia nos momentos determinantes. Mais ainda quando, em vários momentos, ficam no ar decisões que podiam ter mudado o rumo dos acontecimentos.

 

Em vários momentos houve um Santa Clara extremamente personalizado no jogo, sendo a 1ª parte uma das melhores da temporada até este momento. Aliás, os Bravos Açorianos remataram mais que o adversário, enquadrando as mesmas tentativas à baliza (5). A equipa de Daniel Ramos conseguiu mesmo encostar às cordas o Benfica, uma das formações de grande nível no futebol português, e por várias vezes os adeptos no Estádio de São Miguel estiveram perto de festejar o golo insular. Lincoln alvejou a baliza contrária com categoria por duas ocasiões, uma delas rematando mesmo à trave. Antes, Cryzan, com espaço na área, acabou por não conseguir armar uma finalização eficaz em zona privilegiada.

 

Ademais, dois lances capitais que podiam ter mudado o rumo dos acontecimentos: a entrada de Odysseas sobre Mansur, que Rui Costa puniu com o cartão amarelo, e a queda de Cryzan na área do Benfica, rodeado por 3 adversários num momento de pressão. Momentos que podiam ter mudado o jogo com outro critério. Perto do intervalo chegou o lance que, sim, mudou totalmente o rumo dos acontecimentos: o golo de Rodrigo Pinho que deu a vantagem aos lisboetas na altura de intervalo.

 

Na segunda parte,  o CD Santa Clara entrou com o objetivo de reverter o resultado, mas acabou por ser vítima de uma tremenda eficácia da formação de Jorge Jesus. Em 4 remates à baliza, 4 golos. Acabou por ser o reflexo de uma equipa adversária que ganhava confiança a cada remate certeiro, enquanto o Santa Clara, naturalmente, se exponha mais por querer disputar o resultado em todos os momentos da partida. Numa tarde em que a chuva deu poucas tréguas e a sorte do jogo não esteve do lado açoriano, a vontade imediata é de uma resposta à Santa Clara em Portimão, na próxima sexta-feira.

DESTAQUES

 

 

Lincoln: o brasileiro teve no pé esquerdo as oportunidades mais perigosas do Santa Clara. Primeiro, num livre que encontrou a trave da baliza de Odysseas Vlachodimos e, segundo, num belo remate que testou o guardião helénico.

 

 

Mansur: com outra liberdade em terrenos mais adiantados, via a utilização de 3 centrais por Daniel Ramos, o brasileiro esteve envolvido em algumas das melhores combinações ofensivas do Santa Clara, e surge sobre ele a falta de Vlachodimos, um dos momentos chave do jogo.

 

 

Rui Costa: foi perfeito nas tentativas de drible (2/2) e nos duelos ganhos (6/6). Dos mais inconformados para o lado açoriano.

90+2'Rui Costa dá por terminada a partida.
83'Daniel Ramos promove a entrada de Nené na partida. Sai Anderson Carvalho.
80'Dez minutos para o final da partida. Tentar terminar o jogo de forma positiva, Bravos!
75'No segundo canto consecutivo a bola de Lincoln acaba por não encontrar o destino ideal e sai pela linha de fundo.
74'Boa investida de Paulo Henrique que vale o canto para o Santa Clara.
73'Substituições no Benfica. Entram Lázaro e Pizzi, saem Everton e Diogo Gonçalves.
68'0-5. Golo do Benfica, marca Yaremchuk a passe de Grimaldo.
65'Mohebi aproveita um escorregão de Gedson para recuperar a bola, e por pouco não finaliza e coloca Odysseas à prova.
63'Mudanças no Benfica. Darwin e João Mário dão lugar a Yaremchuk e Gedson.
62'0-4. Golo do Benfica, marca Darwin depois do remate sofrer um desvio.
59'Primeiras mexidas de Daniel Ramos. Luiz Phellype e Mohebi, ambos em estreia, entram para os lugares de Cryzan e Rui Costa.
58'0-3. Golo do Benfica, marca Rafa Silva.
56'Dois cantos consecutivos para o Santa Clara. O cabeceamento de Rafael Ramos acaba por sair por cima. Acreditem, Bravos!
53'0-2. Golo do Benfica, marca Darwin a passe de Everton.
47'Cartão amarelo para Mansur.
46'Início da segunda parte em São Miguel.
45+3'Rui Costa apita para o intervalo na partida. Vamos, Bravos!
45+2'Cartão amarelo para Rafael Ramos, depois de dividida com Grimaldo.
45'Três minutos adicionais.
42'0-1. Golo do Benfica, marca Rodrigo Pinho a passe de João Mário.
40'Depois de Rui Costa conseguir segurar uma bola dentro das quatro linhas, Cryzan serviu Lincoln que protagonizou um grande remate! Defendeu Odysseas para canto, depois de intervenção complicada.
38'Investida dos Bravos pela direita, mas encaixou Odysseas.
34'Três jogadores adversários a rodear Cryzan na área do Benfica. O brasileiro cai depois de uma ação de Diogo Gonçalves e Rui Costa diz que sem infração.
31'Melhor momento do Santa Clara na partida e o público não fica indiferente!
30'Que perigo! Lincoln atira à trave na execução de um livre fantástico que exalta o Estádio de São Miguel!
28'Entrada brutal de Odysseas sobre Mansur e Rui Costa fica-se pelo amarelo. Livre para o Santa Clara.
25'Cryzan com espaço dentro da área depois do canto, mas acaba por falhar no momento de finalização.
24'Mansur com lançamento longo para a área do Benfica, que resulta em canto para os Bravos Açorianos.
20'Grande troca de bola do Santa Clara, mas acaba com interceção da defensiva do Benfica.
18'Lucas Veríssimo tentou lançar Diogo Gonçalves pela ala direita, mas a bola sai pela linha de fundo.
16'Corajoso, Marco, a sair dos postes e a tirar com o pé uma potencial ocasião de perigo para o Benfica!
15'Primeiro canto do jogo é para o Benfica. Bateu Éverton.
9'Grande investida de Rui Costa pela direita, que termina em remate para defesa de Odysseas.
7'Cruzamento de João Mário diretamente para fora.
Início da partida no Estádio de São Miguel.
Ambas as equipas aquecem no relvado do Estádio de São Miguel.
Bem-vindos ao Estádio de São Miguel! CD Santa Clara e SL Benfica defrontam-se pelas 17h00 (hora dos Açores).