Liga NOS

25ª Jornada

2-1

49' Sérgio Oliveira 90+5' Toni Martínez   55' Carlos Júnior

Rescaldo

FC Porto

Onze Inicial

1 Agustín Marchesín
31 Nanu 53' 66'
3 Pepe
4 Diogo Leite 55'
18 Wilson Manafá
25 Otávio
8 Matheus Uribe
27 Sérgio Oliveira 49' 78'
7 Luis Díaz 86'
9 Marega 66'
9 Mehdi Taremi 86'

Suplentes

99 Diogo Costa
12 Zaidu
16 Marko Grujic
17 Tecatito 66'
19 Mbemba
29 Toni Martínez 86' 90+4' 90+5'
30 Evanilson 86'
50 Fábio Vieira 66'
85 Francisco Conceição 78'

Treinador

Sérgio Conceição

CD Santa Clara

Onze Inicial

99 Marco Pereira 48'
2 Rafael Ramos
3 Mikel Villanueva
5 João Afonso
6 Mansur
25 Hidemasa Morita
21 Nené 90+4'
10 Lincoln 87'
13 Carlos Júnior 55' 73'
23 Cryzan 53'
17 Ukra 76'

Suplentes

1 André Ferreira
97 Rodolfo Cardoso
15 João Lucas 87'
31 Cristian Tassano
95 Pierre Sagna
20 Costinha 76'
33 Lucas Marques
26 Jean Patric
77 Rui Costa 53'

Treinador

Daniel Ramos

Árbitro Principal

Hugo Miguel

Árbitro Assistente

Bruno Jesus

Árbitro Assistente

Ricardo Santos

VAR

António Nobre

Audácia açoriana merecia outra recompensa

 

Tal como já é apanágio, o CD Santa Clara jogou de igual para igual diante dos atuais campeões nacionais. A pressão alta aliada à personalidade com bola comprovaram, mais uma vez, a valia de uma das equipas que pratica melhor futebol em Portugal.

 

Na antevisão à partida, Daniel Ramos tinha alertado para a manutenção dos comportamentos que levaram a equipa até à sétima posição da tabela classificativa. E assim foi. Desde o primeiro instante, viu-se um CD Santa Clara a manter a mesma matriz de jogo adotada desde o início da temporada. Qualidade, personalidade e muita crença numa equipa que se viu privada de Allano e Fábio Cardoso, por castigo disciplinar e Anderson Carvalho e Rúben Oliveira, por lesão. A equipa adotava uma pressão alta e asfixiante, exibindo segurança e personalidade na circulação de bola e elevados tons de pragmatismo na procura pela baliza adversária, sempre que o jogo assim o possibilitava. O que é certo é que, fruto da teia tática montada por Daniel Ramos, o FC Porto foi pouco mais do que uma equipa letárgica e inofensiva.  O nulo ao intervalo justificava-se, fruto das poucas oportunidades de golo, de parte a parte. O único lance de maior relevo foi mesmo o golo anulado a Nené, na sequência de uma bola parada.

 

O segundo tempo iniciou-se, praticamente, com a marcação de uma grande penalidade para o FC Porto. Os azuis e brancos inauguravam o marcador naquela que era a primeira oportunidade de relevo na partida. A resposta encarnada viria a surgir pouco tempo depois. Lincoln, um dos melhores na partida, é derrubado na pequena área e Carlos Jr, chamado a marcar a grande penalidade, igualou o marcador, igualando também o registo de Thiago Santana como o melhor marcador da história do clube na Primeira Liga. Prevendo um regresso à falta de ideias exibida no primeiro tempo, os azuis e brancos fizeram entrar algumas peças em campo, tentando criar desequilíbrios na segura defensiva açoriana. Pese embora o maior domínio evidenciado pelos nortenhos, os bravos açorianos respondiam sempre com muita clarividência. Mas, no instante final da partida, o azar viria a bater à porta da equipa. O CD Santa Clara sai derrotado do dragão mas voltou a comprovar a tese de que é uma das equipas que pratica melhor futebol no país. A equipa regressa agora a casa para defrontar o CD Nacional.

DESTAQUES

 

 

Lincoln- O mágico brasileiro rubricou a melhor exibição desde que chegou aos Açores. Assumiu o jogo ofensivo da equipa, mostrou agressividade na hora de defender e ainda salpicou classe não raras vezes.

 

 

Nené- Combativo, agressivo e clarividente com bola, o açoriano foi uma peça chave no meio-campo da equipa.

 

 

Mikel- Exibição irrepreensível do Venezuelano. Tanto pelo ar, como pelo chão, limpou todos os lances de perigo que surgiram na sua área de atuação. E que dizer daqueles milimétricos passes pelo meio do terreno, quebrando linhas de pressão?

90+7' Termina a partida no Estádio do Dragão
90+5' Golo de Toni Martínez
90+4' Cartão amarelo para Nené
90+4' Cartão amarelo para Toni Martínez
90' Tempo acional de 5 minutos
88' Remate de Toni Martínez ao lado
87' Entra João Lucas, sai Lincoln
86' Entram Evanilson e Toni Martínez, saem Taremi e Luiz Díaz
82' Remate de Carlos Júnior para defesa de Marchesín, lance anulado por fora-de-jogo
78' Entra Francisco Conceição, sai Sérgio Oliveira
76' Entra Costinha, sai Ukra
74' Remate de Fábio Vieira desviado para canto
73' Cartão amarelo para Carlos Júnior
71' Cabeceamento de Uribe por cima da baliza
70' Remate de Fábio Vieira desviado por Mansur para canto
66' Entram Fábio Vieira e Tecatito, saem Nanu e Marega
63' Remate de Luiz Díaz para defesa de Marco
59' Taremi isolado a rematar muito por cima
55' Goloooo de Carlos Júnior
55' Cartão amarelo para Diogo Leite
55' Penalty assinalado para o Santa Clara
53' Cartão amarelo para Nanu
53' Entra Rui Costa, sai Cryzan
49' Golo de Sérgio Oliveira
48' Cartão amarelo para Marco Pereira
48' Penalty assinalado ao FC Porto
46' Recomeça a partida na cidade do Porto
45+1' Tempo de descanso no Estádio do Dragão
45' Tempo adicional de 1 minuto
39' Cabeceamento de Mansur para defesa de Marchesín
38' Lance de perigo de Carlos Júnior, com remate desviado por Diogo Leite
37' Remate de Manafá desviado por Rafael Ramos, para defesa encaixada de Marco Pereira
26' Remate de Nené para defesa de Marchesín para canto
25' Remate de Marega para defesa de Marco
16' Livre forte de Sérgio Oliveira para fora
14' Remate de Sérgio Oliveira de fora da área, para defesa encaixada de Marco Pereira
8' Carlos Júnior coloca a bola dentro da baliza, mas o golo é invalidado por fora-de-jogo
4' Remate de Otávio para as mãos de Marco Pereira
1' Começa a partida no Estádio do Dragão
Início de jogo marcado para as 19h30, com transmissão Sport TV.