• Boa exibição… mau resultado

Boa exibição… mau resultado
Boa exibição… mau resultado
23 Setembro 2018

Boa exibição… mau resultado

Frente ao Rio Ave, o CD Santa Clara somou a primeira derrota caseira de 2018. Ainda assim, o resultado não traduz aquilo que foi o jogo.

Num jogo emotivo, nem sempre bem jogado de parte a parte, o Rio Ave FC acabou por conquistar os três pontos ao CD Santa Clara, acabando com a invencibilidade caseira registada no ano de 2018. Ainda assim, o resultado não traduz o trabalho das duas equipas em campo.

 

Depois de longa paragem nas competições, o Estádio de São Miguel recebia a quinta jornada da Liga NOS, logo frente a um grande adversário. Apesar do respeito, o CD Santa Clara não se coibiu de mostrar ao que vinha. Equipa subida, sem medo de ter a bola, com as linhas bastante avançadas- causando até algum incómodo na saída de bola do Rio Ave, e somando diversas ocasiões claras de golo que o guarda-redes contrária ia negando sucessivamente. O Rio Ave por sua vez apostava mais em reter a bola no seu meio-campo, aproveitando depois eventuais espaços nas costas da defensiva contrária- o que só veio a acontecer por uma vez. Até ao final da primeira metade do jogo, o central Accioly saía lesionado, entrando César, dando início a um autêntico  infortúnio na defesa da casa- dos quatro jogadores da linha defensiva que iniciaram o encontro, só um viria a terminar os 90 minutos. No final dos 45, o nulo era um resultado penalizador para a melhor equipa em campo- o CD Santa Clara.

 

Na segunda parte a matriz do jogo manteve-se. O Rio Ave, tentando sempre sair a jogar desde trás, ia sentindo dificuldades perante um Santa Clara bastante pressionante na frente. Já o CD Santa Clara ia causando oportunidades flagrantes mas do outro lado, Leo, não ia dando grandes hipóteses para abrir o ativo. É a partir da metade da segunda parte que o jogo ia acabar por se desequilibrar a favor do Rio Ave. Primeiro Patrick sai lesionado da partida dando lugar a Minhoca, depois o Rio Ave acabaria por inaugurar o marcador. João Henriques arriscou em Clemente, homem que se estreou na Primeira Liga, e um minuto depois o Rio Ave voltava a marcar. A partir daí o CD Santa Clara foi atrás do prejuízo e acabou mesmo por marcar, na sequência de um auto-golo. O Santa Clara voltava a acreditar que era possível chegar ao empate e a expulsão de Junio Rocha acabava por acentuar esse sentimento.

 

É numa altura em que o Santa Clara se encontrava próximo do empate que João Lucas viria a ser expulso, depois de terminar com um contra-ataque do Rio Ave. Momentos depois, em novo contra-ataque, César derrubava Vínicius na área e Schmidt, de penalty, colocava um ponto final na partida. Apesar do mau resultado, o Santa Clara exibiu-se novamente a um bom nível, dando sempre uma boa respostas às adversidades e demonstrando que esta equipa tem condições para lutar pelos objetivos definidos no início da temporada.

 

 

Voltar a notícias