• CD Santa Clara 3-2 SL Benfica “B”

CD Santa Clara 3-2 SL Benfica “B”
CD Santa Clara 3-2 SL Benfica “B”
31 Março 2018

CD Santa Clara 3-2 SL Benfica “B”

Clemente Ventura foi o heroí de uma partida de grande nível entre duas grandes equipas.

No Estádio de São Miguel esperava-se assistir a um grande espetáculo de futebol e foi o que aconteceu.

Os primeiros minutos de jogo mostraram um Benfica B atrevido, ofensivo e a querer marcar rapidamente.  Já o Santa Clara, por esta altura, jogava com as linhas mais baixas, saindo depois em contra ataque com Fernando e Santana a dispararem rapidamente em direção à baliza adversária. Foi numa destas jogadas que surgiu o primeiro golo. Passe milimétrico de Thiago Santana a isolar Fernando Andrade que, na cara do golo, não falhou.

 

A partir do primeiro golo o jogo muda de figura. O Santa Clara passou a assumir o jogo e continuou a amealhar mais situações de perigo perante um SL Benfica “B” que tentava reencontrar-se depois do golo sofrido. Na sequência de um canto o Santa Clara voltava a marcar. Canto marcado à esquerda e ao segundo poste aparece João Pedro a desviar de Zlobin. Com este golo, o Santa Clara conseguiu assumir mais o jogo, desta feita com outra tranquilidade, assegurando uma vantagem de dois golos ao intervalo.

 

Na segunda parte voltou a aparecer um Santa Clara dominador e ofensivo. Logo a abrir a segunda parte, Fernando Andrade aparece na cara de Zlobin mas o avançado brasileiro permitiu uma grande defesa ao guardião do Benfica B. O Benfica B respondeu a esse lance de perigo com um golo. Numa jogada de canto a bola sobra para Gedson Fernandes que atirou a contar, reduzindo assim a vantagem do Santa Clara.  A equipa reagiu bem ao golo e em nova jogada de contra ataque voltou a chegar com perigo à baliza adversária. Na mesma jogada, o Benfica B consegue o empate na partida por Mésaque Dju.

 

A partir daí o jogo partiu-se mais. O Santa Clara tentava assumir as despesas do jogo perante um Benfica B que apostava tudo nos seus homens mais avançados, tentando sair sempre em velocidade. Os vinte minutos finais mostraram um Santa Clara a querer vencer mas a não conseguir faturar. Minhoca e Santana tiveram boas oportunidades para recolocar o Santa Clara na dianteira do jogo mas o golo não surgia.

 

Eis que, à passagem do minuto 94, surge Clemente Ventura. Bola bombeada para a área e Clemente, muito oportuno, aproveitou para desferir o golo da vitória. Um golo que veio trazer justiça ao resultado e que premeia a boa exibição do Santa Clara.

 

 

Voltar a notícias