• ENTREVISTA A FERNANDO ANDRADE “ESTOU ANSIOSO PELO CONTACTO COM OS ADEPTOS!”

ENTREVISTA A FERNANDO ANDRADE “ESTOU ANSIOSO PELO CONTACTO COM OS ADEPTOS!”
ENTREVISTA A FERNANDO ANDRADE “ESTOU ANSIOSO PELO CONTACTO COM OS ADEPTOS!”
22 Junho 2017

ENTREVISTA A FERNANDO ANDRADE “ESTOU ANSIOSO PELO CONTACTO COM OS ADEPTOS!”

Fernando Andrade, avançado brasileiro de 24 anos é reforço para as próximas duas temporadas. O avançado já prestou as suas primeiras declarações enquanto jogador do CD Santa Clara! Vem ler as primeiras declarações do Fernando!

Vindo diretamente de Penafiel, Fernando Andrade será reforço do CD Santa Clara para esta temporada. O extremo brasileiro que já passou pelo São Caetano, pelo Japão, chega ao CD Santa Clara depois de duas temporadas em Portugal ao serviço do Oriental e do Penafiel. Nestas duas temporadas já  marcou vinte golos. O objetivo passa agora  por melhorar este registo e ajudar o CD Santa Clara a alcançar o sonho. 
 
Fernando, chega ao CD Santa Clara depois de duas boas temporadas em Portugal. Porque tomou a decisão de vir para aqui, para os Açores? 

Fernando Andrade–  A verdade é que tive algumas propostas, tanto de Portugal como para o estrangeiro (México, Azerbeijão e Brasil). Mas depois de conversar com o meu empresário e com o diretor desportivo do Santa Clara, sabia que este era o projeto ideal. O diretor desportivo fez-me acreditar neste projeto e passou muita confiança. Além disso, gostei muito do estilo de jogo da equipa. Penso que poderei ajudar bastante o clube, da mesma forma que espero que o clube me ajude a mim.

O Fernando passou pelo Japão antes de chegar a Portugal. Como é que foi a experiência lá? 

 

FA-  A experiência no Japão foi excelente. Adaptei-me bem ao estilo de vida e gostei bastante das pessoas de lá , com quem mantenho contato até hoje. Cheguei como uma aposta e acabei me firmando. Quando o empréstimo terminou, tentaram me contratar em definitivo, mas não chegaram a um acordo com o São Caetano, clube com o qual eu tinha contrato, na altura.
 

Como surgiu o convite para vir para o CD Santa Clara?  

FA- O diretor do Santa Clara, ligou ao meu empresário nó  final da última época. Quando recebemos o contato, pedimos apenas um tempo para sentarmos no Brasil e conversarmos (ele estava fora do Brasil e eu também). Depois disso foi apenas uma questão de acertar alguns detalhes. Estou muito feliz com o acerto e com a recepção que tive das pessoas do clube, até ao momento.

O que sabe dos Açores e do nosso clube? 

 

FA- A região dos Açores é espetacular. Repleta de lugares incríveis e é um sítio com muita qualidade de vida. Joguei aqui nas últimas duas temporadas e gostei muito daquilo que vi. O Clube tem bastante história. Como todas as pessoas que consultámos nos disseram, é um clube de Primeira liga que, por um acaso, está na segunda. A variação tática e a qualidade do toque de bola da equipa  chamaram muito a atenção.

Como se define enquanto jogador? 

 

FA- Eu sou um jogador de força e velocidade, que se encaixa bem como um dos pontas de lança  num  4-4-2, ou como um extremo móvel, caso o treinador opte por 3 avançados. Gosto de entrar na área para finalizar, quando estamos com a bola.

 

O objetivo passa por obter melhores marcas do que as das últimas temporadas? 

 

FA– Acho que o  meu grande objetivo é ascender para a primeira liga com a equipa. Desde que cheguei a Portugal sonho em jogar na primeira divisão e creio que juntos conseguiremos atingir esse feito. Se conseguir melhorar as médias individuais anteriores, excelente. Mas essa não será a minha prioridade.

O que pode prometer aos nossos sócios e adeptos? 

 

FA– Posso prometer muita dedicação e muita vontade. Chego para ajudar e quero muito que comece a época. Estou ansioso pelo contacto com os adeptos!

Voltar a notícias