«Queremos terminar bem a época»

«Queremos terminar bem a época»

 

Mário Silva anteviu o duelo de sábado, frente ao Sporting CP.

 

O treinador do CD Santa Clara marcou presença na sala de imprensa do Estádio de São Miguel, antevendo o último duelo da temporada para os açorianos. Em conferência de imprensa, Mário Silva considerou que «o mais importante» é terminar a temporada de forma positiva. «Temos de acabar bem a época. Em casa fizemo-lo, conquistamos os 3 pontos diante do nosso público. Agora queremos terminar bem em Alvalade, sabendo que é um jogo extremamente difícil. Queremos que a equipa se apresente a bom nível. Há pouco para jogar, mas há um jogo de 90 minutos que ambas as equipas de certeza vão querer ganhar», começou por dizer, referindo que, do lado do adversário, os lisboetas quererão dar um presente de fim de temporada aos seus adeptos.

 

«Do outro lado vai estar uma equipa muito motivada para terminar a época em sua casa. Não me acredito num Sporting desmotivado, sem ambição porque tenho o privilégio de conhecer o Rúben e sei o quanto ele é ambicioso e competente. De certeza que vai motivar os seus jogadores a dar o máximo. Acredito que há jogos menos bons, mas o último jogo do Sporting, mesmo sendo menos bom, conseguiram os 3 pontos. Vão entrar em casa para conquistar a última vitória do campeonato. Mesmo não tendo nada para ganhar em termos de objetivos, de tudo vamos fazer para conquistar o objetivo de uma boa exibição durante 90 minutos. Como se costuma dizer, mesmo sendo a feijões, ninguém gosta de perder. Em termos de empenho no trabalho, em qualquer exercício, nenhum dos nossos jogadores gosta de perder, muito menos num jogo. Aquilo que é a nossa profissão exige dar o máximo, seja em que circunstância for», continuou Mário Silva.

 

Afirmando que «irão existir alterações» no onze do CD Santa Clara, deixando-as para o dia de jogo, o treinador do CD Santa Clara acredita que exista o mesmo do lado do Sporting CP. «O que nós analisamos, independentemente de quem jogue, sabemos o que eles vão tentar fazer. Mesmo havendo alterações no nosso onze, de certeza absoluta que os jogadores vão fazer o que estamos habituados a fazer. Há aspetos estratégicos que foram naturalmente trabalhados, e a mudança de jogadores não vai alterar muito as características de ambas as equipas.»

 

Ainda sobre as mudanças no xadrez do CD Santa Clara, e mesmo não gostando de individualizar, Mário Silva falou de um caso concreto do último jogo: «O Rúben Oliveira jogou a titular no último jogo porque era um jogador que, durante toda a época, lutou como todos os outros e teve menos espaço, menos tempo de jogo, e achamos que para a parte estratégica do jogo frente ao Paços de Ferreira era importante dar minutos ao Rúben ou, por exemplo, ao João Afonso. Nunca nos criou problemas, a nós, nenhum tipo de problema. São opções. Nós conhecemos bem todos os jogadores, mas há situações pontuais de jogadores que possam ter mais tempo de jogo, mas não necessariamente relacionados com a projeção para a próxima época», concluiu o treinador do CD Santa Clara.

 

Os açorianos entram em campo no sábado, 14 de maio, às 19h30, frente ao Sporting CP.